2.1.08

O estado da nação versão esfumaçada

Foi ontem, durante uma reportagem noticiosa de um qualquer canal nacional, que ouvi uma das maiores barbaridades já alguma vez proferida a partir de uma boca decididamente e cronicamente alcoolizada. O cenário? Uma discoteca após as doze badaladas da meia-noite de 31 para 1 de Janeiro. Perguntava a repórter a uma moça se esta concordava com a nova lei do tabaco. Pergunta fácil com resposta tipo teste americano. Simples. Fácil. Rápida. Errado! A espampanante moça não conseguiu evitar a enxurrada que palavras de revolta contidas dentro dela que demonstram a verdadeira realidade do estado da nação nocturna. Ora bem, vou tentar transcrever de memória a referida entrevista:


repórter - «Concorda com a Lei do Tabaco que entrou em vigor às 00h de hoje?»

entrevistada - «Oh pá, eu não concordo. Eu acho que proibir o tabaco nas discotecas não faz sentido. O pessoal vem para as discotecas para se divertir e ao proibir o tabaco o pessoal já não se pode divertir. Eu acho que os não fumadores se não se querem divertir que fiquem em casa e deixem o pessoal fumar à vontade!»


Bom, ou algo me escapou no raciocínio da moça, ou o sinónimo de diversão nocturna, que para mim sempre foi ouvir um bom som e dançar até cair para o lado, hoje em dia significa fumar até anular por completo o olfacto e o perfume de 60€ " da moda" que se comprou há dois dias, e conseguir um
qualquer problema respiratório mais ou menos permanente (uma asmazita ou um caixãozito). Penso que mais não se poderia esperar de alguém que provavelmente sai sete noites por semana até de madrugada (independentemente da sua ocupação profissional ou estudantil), visitou em coma alcoólico vários hospitais da região e que fuma 3 maços de cigarros por dia porque é "fixe e bué cool!". Calma, eu até sou bastante radical e já corri nu pela praia a fora nos meus momentos de maluquice, mas, há limites para a idiotice, e fumar não é desculpa para justificar a existência de mentecaptos autistas.

Agora... cada um que fume no seu cantinho sem prejudicar os outros, tá bem? Eu autorizo.




3 comentários:

Egyptian Soul disse...

De acordo.. completamente.. o pessoal anda de egoista a pior.. essa dos não-fumadores ficarem em casa... bem já ouvi muitas mas se algum "chaminé" me diz isso arrisca-se a ficar com a tromba azul!

CookieMonster disse...

Não tive a oportunidade de ouvir essa pérola, mas o que me fartei de ouvir hoje foram fumadores a dizer que achavam bem, porque era uma questão de respeito para com os não fumadores. E pergunto eu, se achavam que era uma falta de respeito fumar nos cafés e restaurantes, porque é que o faziam na mesma?

Celeste disse...

Porque podiam. Agora já não podem. Acho bem. Mas em sítios com licença de abertura para além da meia-noite, acho mal.