31.10.06

Quando for grande quero ser...

Corrupto! Em Portugal é a profissão do século. Basta ver os processos judiciais arquivados, as fraudes que se descobrem e se esquecem mais depressa que os discursos do primeiro-ministro, os esquemas "manhosos" para enganar o sistema que está cheio de buracos burocráticos. Enfim, um mimo de país. Tal como os fungos procuram um meio ambiente propício para se propagarem o Corrupto tem em Portugal o lugar ideal para crescer em segurança e "sem medes". Basta ver o caso "Apito Dourado", que mais parece o nome de um prémio entregue numa qualquer cerimónia onde são reconhecidos os árbitros e dirigentes mais corruptos, o caso das reformas milionárias da CGD que além de assegurarem a sobrevivência de quem já muito tem ainda premeia a generalizada falta de bom senso Nacional, as negociatas que se fazem diariamente nas nossas forças militares e de segurança onde os "esquemas" são uma forma aceite de aumentar os rendimentos. O despesismo mascarado de necessidade imediata que é descoberto todos os dias pelos meios de comunicação e que cai em esquecimento assim que a novela começa. Ora digam lá... não acham que escolhi bem a minha futura profissão?

1 comentário:

Miguel disse...

Precisas de um sócio?